Sobre

Um pouco dessa história

Em 1989, Valdenice Sanchez e Simone Kabariti tiveram seu primeiro trabalho juntas, num Laboratório Behavior, onde cursavam Psicologia na UNESP em Bauru-SP.

Quando formadas, trabalharam juntas em todos os subsistemas de RH de uma grande empresa daquela região. Desde então, descobriram que tinham muitas ideias que se complementavam num eixo transdisciplinar do que é preciso aprender e des-aprender para dar conta do in-constante: mundo dos negócios, trilhas profissionais e possibilidades do bem-viver.

Em 1997, nasceu a Simbolicah. Com uma proposta muito próxima dos questionamentos e inquietações de seus clientes, fortaleceram uma linha metodológica questionadora, conciliadora, cooperativa e vivencial.

Como fazemos nosso trabalho

Nosso eixo de atuação é trans-disciplinar: não acreditamos que nenhum teórico basta para dar conta da complexidade das pessoas, o que dirá inseridas nos desafios de uma organização. Assim, respeitamos os clássicos, mas damos abertura às novas tendências para cenários disruptivos.

Acreditamos nas intermináveis possibilidades em receber e transmitir conhecimento de um mundo interativo e sem fronteiras.

Usamos a tecnologia ao nosso favor, organizando os dados e fatos para resultados, mesmo diante das incertezas e do caos do mundo que se apresenta. Trabalhamos para fazer valer a gestão por valores, tão necessária em todas as relações interpessoais.

Nossa plataforma de atuação

Nos apoiamos na metodologia 6Ds, para desenhar, entregar e documentar programas de desenvolvimento que nos permite uma contínua co-criação para o aprendizado de resultado.

As "meninas" da Simbolicah

Por estarem sempre diretamente envolvidas com todos os processos nos clientes e nos estudos com parceiros, as sócias Val e Simone, mesmo com o passar de tanto tempo, são carinhosamente conhecidas como "as meninas" da Simbolicah

Simone Kabariti

SÓCIA-DIRETORA

Licenciatura e Bacharel em Psicologia pela UNESP.

Psicologia Positiva Latinoamérica_CiPPLA pelo IBI_Instituto Bienestar Integral – México.

Psicologia Transpessoal ALUBRAT.

Coaching pela Associação Brasileira de Coaching Empresarial Executivo (Abracem).

Coaching de Equipes Coaching pelo ICC -International Coaching Community.

Técnicas de Mediação e Facilitação de Diálogo e Construção de Consenso – Palas Athena.

Pós-graduação pela FAAP em Administração em RH.

Pós-graduação pela UNIMONTE em Jogos Cooperativos.

Especialização em Teoria Junguiana.

Biopsicologia pelo Instituto Visão do Futuro.

Business Model Generation – ESPM.

Precursora da metodologia Outdoor Training no Brasil desde 1996.

Docente nos cursos de pós-graduação da FAAP.

Palestrante CBTD e Sala de inovação CONARH.

Valdenice Sanchez

SÓCIA-DIRETORA

Licenciatura e Bacharel em Psicologia pela UNESP.

Psicologia Positiva Latinoamérica_CiPPLA pelo IBI_Instituto Bienestar Integral – México.

MBA – Recursos Humanos – FIA / USP.

Coaching pelo ICC -International Coaching Community.

Coaching de Equipes Coaching pelo ICC -International Coaching Community.

Técnicas de Mediação e Facilitação de Diálogo e Construção de Consenso – Palas Athena.

Pós-graduação pela FAAP em Administração em RH.

Pós-graduação pela UNIMONTE em Jogos Cooperativos.

Especialização em Teoria Junguiana.

Biopsicologia pelo Instituto Visão do Futuro.

Business Model Generation – ESPM.

Precursora da metodologia Outdoor Training no Brasil desde 1996.

Storytelling – com James McSill – Reino Unido.

Palestrante CBTD e Sala de inovação CONARH.

Nosso jeito de ser

Para que existimos

Para transformar pessoas e organizações

É assim que somos

Somos o resultado de diferentes fontes de sabedoria que adotamos ao longo do tempo, com diversos pensadores que procuramos colocar em prática com toda nossa rede de relacionamento.

• Falamos com o coração. Ouvimos nossa intuição. Usamos a razão para impulsionar a realização.

• O impossível, para nós, geralmente é o que alguém ainda não tentou.

• Já conhecemos gênios com ensino básico e ignorantes com doutorado.

• Regra do jogo: não altere a voz, melhore seus argumentos.

• A unanimidade é burra e o politicamente correto também!

• Se o importante é competir, o fundamental é cooperar.